terça-feira, 28 de abril de 2009

Há flores.

"Aqueles que têm o desejo ardente
De se igualar à beleza das flores,
Possuem corações
Que a elas se assemelham."

-Meishu Sama-


Assisti, no canal futura, hoje uma entrevista que me disse muita coisa e divido aqui...
Ao ser perguntado sobre o que pensava sobre razão e loucura o professor francês,que infelizmente não sei o nome, disse que esses são os extremos e que o que há entre eles é a paixão.Que ela torna o mundo "vivível". E, que razão sem paixão é loucura.
Completou, dizendo que seus dois princípios éticos na vida consistiam em acreditar na capacidade poética do indivíduo, que todos tem essa quantidade de poesia dentro de si, de enxergar o mundo de maneira lúdica, que ele nomeia "homo ludens", e a maior tristeza é alguém que não faz uso da sua poesia.
O seu segundo princípio, seria combater a crueldade no mundo.
Bom, isso me disse tanto...
Algumas discussões se perdem e se acham a partir dessa fala, mas a meu ver a raiz de tudo se trata disso.
Espero conseguir continuar a ver essa poesia diária e a fazer minha vida assim, de verdade, poesia, flores e luz.
Mesmo que haja tanta coisa que insista em provar que isso é utopia.
Vovó como sempre inspiradíssima me disse no fim de semana pra eu ser sempre feliz, eu respondi ser muito difícil se manter feliz 24hs, sempre, ela do alto da sua capacidade poética( como de costume), me respondeu que é difícil, mas não é impossível.
E, não deve ser mesmo...minha vó disse.
Ainda vejo, ainda quero ver.

5 comentários:

Afobório. disse...

muito bom, gostei das flores.


sorte e luz

Roberta disse...

Eu sou uma rosinha, apesar degostar mais de tulipas e sakuras. hauahauahuahaua

Mas falando serio....é mto triste alguem não fazer uso ou o pior, se deixar perder essa capacidade de ser poesia. Eu acho que jamais conseguiria largar esse meu lado...

Beijos espirrados, minha florzinha.

Flávia Guilherme disse...

As vovós sempre acertam... acredite.

Karol Gonçalves disse...

desculpe
!eu não lei auto-ajuda!
haahahahahahahahahahaaa

Karol Gonçalves disse...

porém ajuda de vó é sagrada!