domingo, 20 de julho de 2008

Sobre mudar e Dercy.

Até dercy morreu...
As coisas mudam.
Eu esqueci.
Ele de mim.
Eu saio com eles.
Eles não vivem sem mim.
Até Dercy morreu.
Dá para estudar.
Dá para não beber.
Tanto.
Pouco.
Até Dercy morreu.
As brigas são outras.
Os porquês são outrem.
E ainda não penso em ontem.
Fico é assustada com anteontem.
O amanhã chega.
Ate Dercy morreu.
Me rendo.
A realidade.
Aos sonhos de novo.
Aos sonhos do novo.
A ele.
Até Dercy morreu.
Dá para acreditar.
Muda.
Mudando.
Até Dercy sorriu.
Até Dercy viu.
Até Dercy viveu.

4 comentários:

Diva Lú disse...

as vezes é dificil te entender. mas prefiro pensar q vc é vanguardista e que daqui a uns anos os seus textos serão tão importantes quando aqueles que liamos nos livros de literatura do colégio.

Karol Gonçalves disse...

hahahahahahahahahahhahaaa...
rindo muito do comentário da Diva!!
hahhahahahhahahahahahahahaha

-eu entendo!
-eu entendo!

Karol Gonçalves disse...

Até dercy morreu...nem dá para ficar triste,engraçado!!
e agora?quem é o velho mais velho do Brasil?!

Petite Princesse disse...

Annanda, eu acho, sinceramente, pelo conteúdo dos seus textos, que você é uma fortíssima candidata a ser a nova Dercy.

hauahauahauahauahauahau