quarta-feira, 16 de julho de 2008

Aquelas coisas da cabeça.

Pra começar só colocando um ponto final.

Mas em algum momento (e eu não sei ao certo o que o determina), as rédeas estão em suas mãos.O poder quase cega, se não fosse a vontade de vê-lo e vivê-lo.

O riso vêm fácil, o ego quase manda em você, em mim.Mas algo, nos completos 21 anos impede que isso seja uma coisa ruim.

As lições foram aprendidas, e recomeçam a cada instante.

Por isso as pontuações são bem-vindas. Novos Finais, novos começos, muitos pontos.

Um capítulo só começa depois que o anterior se esgota... Mesmo que no fundo sempre trate da mesma coisa em cada e todos os capítulos (você com você mesmo, eu comigo mesma) e todas as infinitas implicações que é pensar, e se questionar, e querer ser um livro com capítulos mais coerentes, de estórias mais inteiras, contos que se completam, biografias que nunca aconteceram e estão em algum espaço esperando pela sua vez.

O drama sempre me encantou, mas ando sem culpa de ser feliz.

Por essas e muitas e tantas e nenhuma outra é que escrevo essas e aquelas coisas da cabeça.

Aqui e até a próxima edição ou mudança de capítulo.

4 comentários:

Dan Frog disse...

bebendo com vc mesma.

Petite Princesse disse...

Annanda....vc me deixa confusa! hahahahahahahhahaha

Vamos ver o Heath amanhã aqui na minha terra??? Hein, hein, hein?

Diva Lú disse...

eu quero ver o Heath! apesar de estar meio cabrera.. vem uma sensação estranha.. e olha que geralmente nao tenho incômodos com pessoas que já morreram e aparecem em filmes..
mas é algo a se pensar! rs beijoooooss

aah! e annanda. vou ter que ler e reler, mas basicamente entendi. so coloca espaço depois de ponto! pliiiis!

Karol Gonçalves disse...

"Pra começar só colocando um ponto final."

gênio!e na primeira frase tudo foi dito!