terça-feira, 9 de março de 2010

Plural.


Eu gosto de não saber do que estamos falando.
E d'a gente entender, assim.
Gosto até de poder falar do dia chato.
Ou sobre a falta de não sei o quê.
Gosto que você seja diferente.
Armadilha.
Mau humor.
Meus poucos cinco litros que vertem num Oceano. (aposto que você riu)
Num mar de você.
Num porto de mim.
Vejo sua âncora encrustrada de dúvidas,
Enquanto eu já aprendi o sabor da maré, mastiguei minhas certezas.
Vou te ensinar a costurar, menino.
Farrapos não combinam em quem se veste de si.

Imagem: advinha? ffffound

5 comentários:

Virgínia Bertino disse...

você é incrível.

luizaprado disse...

Prefiro acreditar que nao seja apenas ficção! Sabe como é, o romantismo reina em mim. Digo, em nós!;]

Karla disse...

"Vou te ensinar a costurar, menino."
arrepiante!
mtos bjos

Alegre-se que coisas alegres virão! disse...

Um presente para nossos olhos.. enqto uma terapia pra vc!!! Obrigada!

Alegre-se que coisas alegres virão! disse...

"Num mar de você.
Num porto de mim." Já diz por sí só!

Gosto de ler o coração das pessoas, atraves dele, reflete o meu!