quarta-feira, 18 de março de 2009

No trem de casa.

"-A meu juízo, os homens nada conhecem do poder do Amor;se disso se dessem conta teriam construído os mais magníficos templos e altares ao Amor(...).De fato, dos Deuses ele é o mais amigo dos homens, já que é aliado da Humanidade e médico daqueles males cuja cura talvez seja a máxima felicidade da espécie humana."
Aristófanes- O banquete.

Não ligo e volto,
Desenho.
Respiro e no escuro tateio.
Me alimento do que faz bem.
Frio nas pernas,
Algumas paradas.
Parte do caminho,
Meio da estrada.
Faço tempo!
Quanto tempo!
Engenhos e são novos.
São novos meninos a gente.
Brinca de bola.
Guarda o cordão do tempo.
Mesmo peito do coração, mesmo daquela garota.
Apitos, sirenes, uma pedrada no vidro blindado.
Ninguém nota.
E, ninguém nota.
Pingo na janela anuncia: O Sol há de vir!
Entra e me sorri.
A cama é tua pra dormir.
Casinhas verdes, cheiro de mato, pé sujo de lama e amor, sapo no jardim, esperança na bolsa, gente boa, pipa colorida, música com gaita e sanfona, comida na lenha e no prato, um beijo bom.
Cheguei na minha terra de dentro!
Sentia presença de mim.

6 comentários:

Afobório. disse...

olá!

o texto é muito bom mesmo.
mas achei isso aqui genial:
Desenho.
"Respiro e no escuro tateio.
Me alimento do que faz bem.
Frio nas pernas,
Algumas paradas.
Parte do caminho,
Meio da estrada.
Faço tempo!
Quanto tempo!"

sorte e luz.

Roberta disse...

Tudo isso aconteceu no trem? Quando que eu não vi??? HAHAHAHAHAHAHAAH

Bêêêjo!

Karla Natal disse...

"Pingo na janela anuncia: O Sol há de vir!
Entra e me sorri."
Ele sempre vem, né? E sempre chega sorrindo, mesmo...
Ai que delicia pensar nessa imagem!
Obrigadissimo!
mtos bjos

Karol Gonçalves disse...

Escreveu isso em algum trem eurupeu?Frio nas pernas?

O sol há de sumir e que venha logo as águas de março com suas promessas.



"...talvez seja a máxima felicidade da espécie humana."
Seré que isso é possível?

Karol Gonçalves disse...

E voltamos aos ácidos!!

Sophia disse...

pensamentos em desalinho em palavras bem colocadas.
MUITO bom!