sábado, 10 de janeiro de 2009

Mais

Começa escrevendo assim.Sobre tudo que a gente nunca teve certeza se podia ser.
E daí, que somos os nossos sonhos?
Preferimos continuar acordados.
Acordados em nem ligar para os desdobramentos
Parte da graça de ser tornar gente é ser grande.
Tantas coisas disformes vêm até mim só pra mostrar o quanto.
O quanto dá pra ser quando se é.
A voz no meu ouvido conta mais sobre mim que eu sou capaz de saber.
E, entre caminhos suados e grãos cheios de açúcar e algum licor...
Descubro que amor é amor e mais.
Todo enjôo esvai.
E, o que vai são as incertezas, que só servem de infiltração e só ficam em corações úmidos.
Hoje, o que tem é a umidade da maresia.
O sol seca, o mar leva, às vezes chove.
Às vezes... vento.
E o amor, mais uma vez, intrépido, trapalhão e certeiro, pula o muro!
Arejando de esperança a casa desse coração ora tão choroso.
Amar é amor e mais.
Se contar todo amor precisarei parar de amar.
Amor é amor e mais.

6 comentários:

Maviane Motta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maviane Motta disse...

Acho que nesses dias ando apaixonada pelo amor, mas não somente aquele amor homem-mulher e sim todos os amores, aqueles sem face, sem expectativas, amar a si própria, curar feridas, amar o mundo...
Será que estou sendo exagerada? bom, se for isso então digo que me faz um bem danado... estou amando a vida e entendo esse teu amor sem limites, isso quer dizer que estás viva amiga!
Um abraço para vc!
E muito amor te desejo!

Karol Gonçalves disse...

Retiro o que disse, é só um pouquinho tomo ácido e escrevo!
De resto é aquela sentimentodo que acho tão bonito transbordando,apesar de me parecer tão distante...afinal,sou poeta e não aprendi a amar!

Karol Gonçalves disse...

"E daí, que somos os nossos sonhos?
Preferimos continuar acordados."

Estou a dias com essa frase na cabeça,não sei se tá ruim ou tá ótimo!
Porque ser só o sonho não é ser,não é real....
aaaai!
angústia...mini-ataque-de-pânico!
ahaahhaahhaaa

karlanse disse...

"Parte da graça de ser tornar gente é ser grande."
isso vai ficar!
mtos bjos

Karla Natal disse...

"E amor mais uma vez, intrépido, trapalhão e certeiro, pula o muro!
Arejando de esperança a casa desse coração ora tão choroso"
obrigada por (atraves da Karla) me deixar conhecer vc assim... Linda e lindo.
Obrigada por arejar de esperança a casa desse meu coraçao ora tão choroso.
bjos.
Tia Irma (Timima), da Karla,do Pedro, do João e de quem mais me quiser.
O abraço, pela história da Karla,também me ajudou a respirar.E o amor mais uma vez chegou ate aqui.